Author: adminis

Desfrutar de uma vida sexual saudável não tem nada de complicado, pelo contrário, é possível viver plenamente a abundância de ter sexo seguro quando quiser e sem problemas com disfunções, impotência, ejaculação precoce, falta de desejo sexual entre outras.

6 Dicas para desfrutar de uma boa saúde masculina e sexual saudável
6 Dicas para desfrutar de uma boa saúde masculina e sexual saudável

A saúde sexual sem sobra de dúvidas é uma parte integrante da felicidade, do bem-estar e principalmente contribui para uma melhor qualidade de vida como um todo. Mas, como manter uma vida sexual ativa e satisfatória? Aqui estão algumas dicas a seguir.

1. Comer alimentos saudáveis.

A sexualidade e a masculinidade é um reflexo do estado geral de sua saúde. Para ter uma vida sexual ativa, é bom para cuidar bem da sua dieta e selecionar o que come com muito cuidado.

Ter uma alimentação saudável irá nutrir seu corpo com tudo que ele precisa para estar no seu melhor nível para enfrentar as várias situações diárias, incluindo a prática de sexo com qualidade.

Além disso, uma dieta saudável (pobre em gorduras, sódio, carboidratos maus, por exemplo) pode ajudar no combate de inúmeras doenças como: pressão alta e colesterol alto, ambas estão associadas com disfunção eréctil (impotência sexual), que afeta quase um quatro homens em dez após os 40 anos de idade.

2. Pare de fumar ou fique broxa.

O tabagismo que é o ato de fumar cigarros de fumo diminui a vitalidade masculina e afeta as mulheres igualmente, na parte sexual então nem se fala, a qualidade fica comprometida até mesmo pelo odor de um fumante.

Além disso, o tabaco provoca um fenômeno de constrição dos vasos sanguíneos em todo o corpo, quando aos órgãos genitais nem precisa falar que fica altamente comprometido.

Nos seres humanos, quando esta diminuição do fluxo sanguíneo enviada para o pénis, resulta na dificuldade de manter ereções firmes e consistentes. Nas mulheres, este fenômeno também ocorre nas áreas genitais, causando vários problemas, incluindo a redução de lubrificação e redução do desejo sexual.

3. Manter o peso adequado e saudável.

As pessoas que estão com sobrepeso ou até mesmo com obesidade correm maior risco de manifestar pressão arterial alta, ter colesterol elevado e consequentemente contrair diabetes. Com esses condições médicas o mais provável é que a saúde sexual seja afetada.

Entenda que manter um peso saudável não é previlégio, é necessidade e ajuda muito, entre outros coisas, evitar todas as doenças que estão associadas com a impotência sexual, a disfunção eréctil e outros problemas sexuais.

Além disso, o fato de você se sentir bem mais leve e flexível com seu corpo, pode ajudá-lo a viver uma sexualidade mais apurada, aprazível e satisfatória.

4. Pare ou limite o consumo de álcool.

Muitos pensam e acreditam piamente que o consumo de álcool facilita e melhora as relações sexuais, enquanto que na realidade é bem diferente desse pensamento.

Diversas pesquisas tem mostrado que o consumo de grandes quantidades de álcool pode ter uma influência negativa sobre a capacidade e o desempenho sexual tanto de homens quanto de mulheres.

O álcool pode por exemplo, reduzir a capacidade de um homem ter e manter uma ereção sustentável. Nas mulheres, as altas doses de álcool pode reduzir a capacidade de se tornar sexualmente excitada e chegar ao orgasmo.

5. Conversar sobre a qualidade do sexo com seu parceira.

Para viver uma vida de sexo e prazeres na cama com sua companheira, é importante se sentir confortável e confiante.

Tenha sempre boas conversas sobre o assunto, sempre escolha lugares apropriados para falar sobre seus gostos e preferências na relação sexual, assim como também saber os dela própria.

Em qualquer dos casos, você deve sentir-se livre para tentar coisas novas e respeitar a esfera sexual do par. Não faça nada para agradar o sua parceira se ele faz você ficar totalmente confortável.

6. Cuide-se e proteja-se sexualmente falando.

Se você não estão disposto a enfrentar a possibilidade de uma gravidez indesejada, não se esqueça de usar um contraceptivo como uma camisinha por exemplo.

Coloque sua segurança em primeiro lugar sempre, afinal o uso do preservativo oferece proteção extra reduzindo o risco de contrair uma ou mais doenças sexualmente transmissível (DST). Bom é isso por enquanto.

Impotência sexual e disfunção erétil tem assombrado 1/3 dos homens de toda terra! Se você esta lendo essa post é muito provável que você está com problemas de ereção ou impotência.”

O que você sabe sobre sexo e disfunção erétil? É fato, a maioria dos homens sabem alguns temas relacionados ao sexo, tal como fazer sexo seguro, inclusive essa é uma condição necessária para ter um relacionamento bem sucedido e livre de problemas, talvez seja tudo que você saiba.

Impotência Sexual? O que você sabe sobre sexo e disfunção?
Impotência Sexual? O que você sabe sobre sexo e disfunção?

Pesquisar, ler, aprender sobre coisas interessantes, está relação não atinge o sexo, por isso esta matéria vem bem a calhar, forneceremos algumas informações relevantes para sabemos um pouco mais sobre esse assunto assustador que e a impotência sexual e todos os males que debilitam a saúde sexual dos homens.

Conhecer sobre essa disfunção vai ajudar você a ter um sexo mais seguro e prazeroso.

1. O risco de disfunção erétil ocorrem mais em homens que têm esposas com rendimentos elevados

Mais dinheiro, mais problemas? De acordo com a edição de fevereiro da “Personality and Social Psychology,” informa através de uma newsletter que isto é totalmente verdade. A impotência sexual, a ejaculação precoce e outras disfunções sexuais ocorrem com mais frequência em casais onde as mulheres possuem renda maior, ou seja, ganham mais dinheiro do que seus parceiros.

No entanto, as mulheres nessa condição sofrem mais de insônia e ansiedade. Mas que razão há por trás dessas descobertas? Apesar da alta percentagem de mulheres que começaram ganhar mais dinheiro que os homens, a norma social é que os homens devem ser chefes de família, nesse cenário tudo vai bem, mas quando há inversão dos papeis, o impacto na saúde física e mental é desconstruída.

2. Homens fazem menos sexo quando fazem trabalho domésticos em casa

Ter uma esposa executando o trabalho doméstico pode parecer normal em algumas regiões do mundo, tanto que pode ajudar nas relações, funciona bem para muitos esse modelo de família.

Mas de acordo com a revista “America Sociological Research” as mulheres não estão tão ativos no sexo quando estão realizando tarefas domésticas. Baseado em uma pesquisa com 4.500 casais, os homens estão fazendo mais tarefas domésticas que tradicionalmente (tarefas como cozinhar e lavar pratos), essas mudanças não tem contribuído para melhora no sexo a dois e nas relações sexuais consensuais.

Por causa da masculinidade do homem, consertar aparelhos e fazer reparos domésticos tornam-o mais homem do que realizar tarefas de dona de casa.

É claro que, antes de entender tudo que esta acontecendo no momento, tenha em mente que o estudo não representa do a humanidade, as culturas são totalmente diferentes, seus credos e costumes podem interferir diretamente nas relações sexuais ou não.

Outras estatísticas como o abuso de drogas, álcool e substâncias entorpecentes cresceu especialmente entre 7 a 17 vezes mais entre as mulheres. A conexão entre imoralidade e o vício fez os pesquisadores acreditarem que ambos, macho e fêmea são dependentes de apetites de risco.

3. Sexo reduz dores de cabeça e mal estar

Enxaqueca e dores de cabeça… esse também parece ser um mal do século, as pessoas sempre estão em busca de algo que elimine ou abrande a dor, não é ruim saber disto. Tal suposição existe há muito tempo, estudos revelaram que os sintomas nos pacientes com enxaqueca sumiram após fazem sexo, em 60% dos testados e 37% nos que tinham dores de cabeça simples tiveram melhores e eliminação total da dor.

A principal razão da cura seria produção e secreção de endorfinas que reduzem a dor logo após a realização do sexo, então essa desculpa que não quer sexo por causa da dor de cabeça não cola mais.

4. Fazer sexo faz perder peso e queimar calorias

Pesquisa contraria à noção de que o sexo faz perder peso, e muitos usavam essa desculpa para não ir para a academia e fugir dos exercícios.

De acordo com resultados dos estudos realizados e publicados pela revista médica “New England“, a crença de que cada vez que você praticava sexo queimava cerca de 300 a 400 calorias está completamente equivocada.

Cada vez que se faz sexo uma pessoa queimar por volta de 21 calorias, a quantidade de energia gasta é igual a duas caminhada de 5 milhas.

Por isso talvez seja melhor você descartar a crença equivocada de que fazer sexo substitui o velho, bom e habitual esporte fisico.

Impotência sexual, frigidez, falta de libido? Sua vida sexual está sendo prejudicada pela falta de sono de qualidade.

Esta pode ser uma questão bem difícil, mas que precisa de toda nossa atenção. Certa vez um monge tibetano disse, se é que eu entendi bem, que existia um homem parou de beber, parou de fumar, parou de praticar relações sexuais, parou de falar com as pessoas e começou a se alimentar de forma abundante e descontrolada.

Impotência sexual: Sua vida sexual está sendo prejudicada pelo sono ruim
Impotência sexual: Sua vida sexual está sendo prejudicada pelo sono ruim

Apesar dele aparentar estar saudável, um dia ele foi encontrado morto, o pobre homem se matou.

Dramático não é mesmo? Rssss… Eu estava brincando, mas um verdade verdadeira é que quem esta lidando com a impotência sexual sofre um bocado, na verdade tratar com a masculinidade não é assunto de dar muitas risadas.

Esta é uma situação que além de estranha, é desconfortável, e irritante só de ter que lembrar que alguém padece com esse problema.

Na verdade, talvez esteja nesse momento tudo bem com você, ou aparentemente, ou não há absolutamente nenhuma necessidade e problema sexual a ser resolvido na sua vida, que bom, como diz o ditado – tudo está funcionando maravilhosamente bem.

Talvez sua libido esteja quase deixando de existir? Talvez você até esteja com ejaculação precoce e nem se deu conta! Como esta?

Quem sabem a única coisa em pé quando se trata da sua próxima reunião íntima com sua parceira, namorada ou mulher – é o abajur do lado do criado mudo, além claro da sua insónia, ronco e irritabilidade incontrolável.

Todo mundo sabe que o sono é vital para ter uma boa saúde em todos os sentidos, principalmente para ter uma sua vida sexual em forma e com tudo que tem direito. Você consegue encontrar inúmeros estudos que indicam que o sono está imediatamente conectado às todas as áreas do corpo, assim como o controle dos níveis de testosterona de um homem.

É “normal” para um indivíduo que esteja passando pelo envelhecimento obter níveis de testosterona bem mais baixos que homem mais novos.

Como você pode descobrir isso? Simples, basta fazer um exame de sangue com um médico especializado e problemas sexuais e pronto.

Por outro lado, sabemos que quantidades elevadas de testosterona estão associadas com melhora da pressão arterial, diminuição da calvície e ainda ajuda com a perda de gordura corporal.

Mas a falta ou diminuição dela gera a incapacidade de manter uma ereção duradouras e outras deficiências sexuais curiosas na atividade sexual, a libido reduzida pode ser causada também por quantidades insuficientes desse hormônio tão vital para os homens.

Muitas coisas podem aumentar o grau de dificuldade para se obter um bom sono, o estresse, a ansiedade e o ronco são algumas delas. Talvez você esteja tendo problemas para conseguir um descanso adequado, se continuar assim, poderá a médio e longo prazo ser especialmente prejudicial para a sua vida diária e sexual.

Questões como o colchão é outro fator que força uma pessoa não conseguir ter boas noites de sono. A ​​pressão no trabalho, crise nos negócios, falta de dinheiro, filhos inquietos, as responsabilidades familiares e tantas outras obrigações, etc.

Tudo isso e muito mais podem atribuir cansaço e insônia. A verdade é que os caras que encontram problemas com o sono têm dias perturbados. Esta talvez seja a razão da falta de potência na hora do sexo, pela falta de libido ou desejo de manter relações sexuais com sua parceira.

Muitos estudos tem demonstrado que os homens que têm problemas com o sono crônico, que dormem pouco ou tem ronco crônico podem criar quantidades invulgarmente e pobres de testosterona durante a noite de sono. Isso pode sim levar a impotência sexual e falta de atração física sexual, além da falta de testosterona levar a queda brusca da libido.

Como mudar esse cenário? Para aumentar a sua libido e testosterona consuma uma dieta diária equilibrada e saudável. Elimine as gorduras ruins, os carboidratos e açúcares.

Controle sua ansiedade. Trabalhe numa frequência e quantidade possível de suportar.

E… Especialmente, durma melhor e com mais qualidade.