Saúde Sexual

Impotência sexual e disfunção erétil tem assombrado 1/3 dos homens de toda terra! Se você esta lendo essa post é muito provável que você está com problemas de ereção ou impotência.”

O que você sabe sobre sexo e disfunção erétil? É fato, a maioria dos homens sabem alguns temas relacionados ao sexo, tal como fazer sexo seguro, inclusive essa é uma condição necessária para ter um relacionamento bem sucedido e livre de problemas, talvez seja tudo que você saiba.

Impotência Sexual? O que você sabe sobre sexo e disfunção?
Impotência Sexual? O que você sabe sobre sexo e disfunção?

Pesquisar, ler, aprender sobre coisas interessantes, está relação não atinge o sexo, por isso esta matéria vem bem a calhar, forneceremos algumas informações relevantes para sabemos um pouco mais sobre esse assunto assustador que e a impotência sexual e todos os males que debilitam a saúde sexual dos homens.

Conhecer sobre essa disfunção vai ajudar você a ter um sexo mais seguro e prazeroso.

1. O risco de disfunção erétil ocorrem mais em homens que têm esposas com rendimentos elevados

Mais dinheiro, mais problemas? De acordo com a edição de fevereiro da “Personality and Social Psychology,” informa através de uma newsletter que isto é totalmente verdade. A impotência sexual, a ejaculação precoce e outras disfunções sexuais ocorrem com mais frequência em casais onde as mulheres possuem renda maior, ou seja, ganham mais dinheiro do que seus parceiros.

No entanto, as mulheres nessa condição sofrem mais de insônia e ansiedade. Mas que razão há por trás dessas descobertas? Apesar da alta percentagem de mulheres que começaram ganhar mais dinheiro que os homens, a norma social é que os homens devem ser chefes de família, nesse cenário tudo vai bem, mas quando há inversão dos papeis, o impacto na saúde física e mental é desconstruída.

2. Homens fazem menos sexo quando fazem trabalho domésticos em casa

Ter uma esposa executando o trabalho doméstico pode parecer normal em algumas regiões do mundo, tanto que pode ajudar nas relações, funciona bem para muitos esse modelo de família.

Mas de acordo com a revista “America Sociological Research” as mulheres não estão tão ativos no sexo quando estão realizando tarefas domésticas. Baseado em uma pesquisa com 4.500 casais, os homens estão fazendo mais tarefas domésticas que tradicionalmente (tarefas como cozinhar e lavar pratos), essas mudanças não tem contribuído para melhora no sexo a dois e nas relações sexuais consensuais.

Por causa da masculinidade do homem, consertar aparelhos e fazer reparos domésticos tornam-o mais homem do que realizar tarefas de dona de casa.

É claro que, antes de entender tudo que esta acontecendo no momento, tenha em mente que o estudo não representa do a humanidade, as culturas são totalmente diferentes, seus credos e costumes podem interferir diretamente nas relações sexuais ou não.

Outras estatísticas como o abuso de drogas, álcool e substâncias entorpecentes cresceu especialmente entre 7 a 17 vezes mais entre as mulheres. A conexão entre imoralidade e o vício fez os pesquisadores acreditarem que ambos, macho e fêmea são dependentes de apetites de risco.

3. Sexo reduz dores de cabeça e mal estar

Enxaqueca e dores de cabeça… esse também parece ser um mal do século, as pessoas sempre estão em busca de algo que elimine ou abrande a dor, não é ruim saber disto. Tal suposição existe há muito tempo, estudos revelaram que os sintomas nos pacientes com enxaqueca sumiram após fazem sexo, em 60% dos testados e 37% nos que tinham dores de cabeça simples tiveram melhores e eliminação total da dor.

A principal razão da cura seria produção e secreção de endorfinas que reduzem a dor logo após a realização do sexo, então essa desculpa que não quer sexo por causa da dor de cabeça não cola mais.

4. Fazer sexo faz perder peso e queimar calorias

Pesquisa contraria à noção de que o sexo faz perder peso, e muitos usavam essa desculpa para não ir para a academia e fugir dos exercícios.

De acordo com resultados dos estudos realizados e publicados pela revista médica “New England“, a crença de que cada vez que você praticava sexo queimava cerca de 300 a 400 calorias está completamente equivocada.

Cada vez que se faz sexo uma pessoa queimar por volta de 21 calorias, a quantidade de energia gasta é igual a duas caminhada de 5 milhas.

Por isso talvez seja melhor você descartar a crença equivocada de que fazer sexo substitui o velho, bom e habitual esporte fisico.